Publicado em: quinta-feira, 05/04/2012

Empresa de Eike Batista é a única na disputa pelo Maracanã

O homem mais rico do Brasil, o bilionário Eike Batista, deu um passo importante para conseguir a concessão para o uso do estádio do Maracanã após a realização da Copa de 2014 no Brasil, já que depois das reformas ele será repassado para a iniciativa privada.

Isso porque uma das empresas de Eike Batista, a IMX Holding AS, foi a única a elaborar um estudo de viabilidade econômica exigido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro para realizar a concessão.

Entretanto, esse primeiro passo dado pela empresa de Eike Batista ainda não lhe dá vantagens na disputa para a concessão do estádio, já que essa é apenas uma formalização da intenção de gerir o estádio. Futuramente outros grupos também poderão se inscrever.

Além do megaempresário, dois dos grandes clubes do Rio de Janeiro, Flamengo e Fluminense, também cogitaram a possibilidade de entrar na briga pelo Maracanã através de uma parceria, mas até agora nada saiu do campo das ideias.