Publicado em: quarta-feira, 21/03/2012

Embraer tem queda de 72,7% nos lucros em 2011

A terceira maior empresa de montagens de avião do mundo, a brasileira Embraer, apresentou queda nos lucros de 2011. A empresa anunciou que no ano passado o lucro liquido chegou a 156,3 milhões de reais. Esse número equivale a uma queda de 72,7% em relação a 2010. Esses dados foram anunciados ontem pela empresa. Excluindo os gastos com tributação e impostos, o lucro da companhia foi de 296,2 milhões de reais, o que significa uma diminuição de 52,88% no balanço orçamentário da empresa em relação a 2010.

Somente no quarto trimestre a Embraer registrou um saldo negativo 171,6 milhões de reais se comparado com os mesmos meses de 2010. Isso significou 182,5% de queda. No semestre anterior a empresa já tinha obtido um valor negativo de R$ 200.000. Isso equivale a 115 mil dólares. O principal motivo apontado pela empresa foi o cancelamento da compra de aviões que havia sido feito pela empresa AMR (da American Airlaines) A empresa declarou falência e, por isso, recuou na compra de vários aviões brasileiros.

Segundo a companhia brasileira, forma contratadas empresas para fazer a cotação de preço dos aviões que aviam sido pedidos pela AMR e não foram comprados depois. O lucro que poderia ter sido contabilizado, caso a compra tivesse ocorrido, era de 523,3 milhões de reais.

Sobre as vendas da empresa no ano de 2011, foram vendidos e entregues 105 aviões comerciais e mais 99 executivos, comprados por empresas pequenas para transportar apenas seus membros. A maior parte delas foi vendida no quarto trimestre: 32 comerciais e 49 particulares. No total a receita líquida do ano passado foi contabilizada em 9,858 bilhões de reais. Desse valor 63,6% se refere às vendas do setor industrial e comercial.