Publicado em: quarta-feira, 16/07/2014

Em entrevista Anitta declara que contar as coisas para sua mãe sempre a deixou mais segura

Em entrevista Anitta declara que contar as coisas para sua mãe sempre a deixou mais seguraA cantora Anitta sempre está em alta nos noticiários, por ter grande influência dentre seus fãs e também pelo fato de sempre estar na mídia, a morena desta vez estrela a capa de uma revista voltada para o público adolescente, falando a respeito do uso de preservativos.

Sempre com seu jeito fácil de falar sobre assuntos que podem ser vistos como tabu por outros artistas, Anitta declarou que sempre contou todas as coisas que ocorriam em sua vida para sua mãe, ela diz que essa atitude sempre fez com que ela se sentisse mais segura, a cantora conta que a primeira pessoa a saber sobre a sua intenção de perder a virgindade foi justamente sua mãe, além disso Anitta também declarou que teve sua primeira relação sexual aos 18 anos de idade.

A cantora diz que é muito importante fazer parte dessas campanhas para conscientização, já que segundo ela nos temos atuais os jovens tem mais pressa de tudo, então ela diz que é importante ressaltar que é preciso ter responsabilidades diante de suas atitudes, ela diz que é necessário passar essa mensagem aos adolescentes.

Ainda sobre o assunto de sua virgindade Anitta declarou que tinha medo do que poderia acontecer depois que ela perdesse sua virgindade, e portanto, iniciasse sua vida sexual, ela disse que o apoio de sua mãe foi muito importante para lhe dar maior segurança ao tomar esta decisão, a cantora declarou que além de contar o antes ela também contou o depois para a mãe.

Questionada a respeito das brincadeiras realizadas pelos internautas após ter sido supostamente ignorada pela cantora Rihanna, Anitta disse que sabe analisar com frieza esses tipos de comentários e que não se estressa com os comentários, já que para ela com tudo que é dito atualmente na internet fica cada vez mais difícil saber o que é verdade e o que é mentira, de acordo com ela hoje pode-se tanto elogiar quanto criticar uma pessoa dependendo do humor em que se está no momento.