Publicado em: sexta-feira, 10/08/2012

Em dez anos quadruplica a presença de genéricos no mercado de medicamentos

Em dez anos quadruplica a presença de genéricos no mercado de medicamentosSegundo dados do Ministério da Saúde, houve nos últimos 10 anos um aumento significativo de genéricos no mercado. Estima-se que o número de medicamentos quadruplicou no período. Esses remédios possuem um preço 65% menor do que outros produtos com a mesma composição. Eles ocupam 24% da fatia do mercado de medicamentos farmacêuticos. Esse número, há 10 anos, não passava de 5,7%. Segundo Marco Aurélio Pereira, coordenador do Programa Farmácia Popular do ministério, esse aumento é resultado da política de medicamento genérica que foi lançada pelo governo federal em 1999. Segundo Pereira, esse aumento do mercado de genérico tem crescido com a quebra de patentes, ano após ano. Ele ressaltou, ainda, que a qualidade e segurança é a mesma dos medicamentos normais. A diferença está no valor que eles têm no mercado para o consumidor. Pereira ressaltou que o uso de medicamentos mais baratos também gera economia no orçamento do Ministério. Isso contribui com a ampliação dos produtos que integram a lista de genéricos.

Genéricos atraem consumidores e geram lucro para as farmácias

Segundo Pereira, além de diminuir os gastos do governo com medicamento, o uso de genérico também tem atraído consumidores e aumentado o lucro dos estabelecimentos que possuem convênio com o SUS. Ele disse ainda que economizando com a compra de cada remédio é possível eu o ministério aumento o número de remédios ofertados gratuitamente para os pacientes do Sistema Único de Saúde. Além desses pacientes, também são beneficiados aqueles que estão cadastrados no Programa Aqui Tem Farmácia Popular. Desde quando o programa começou a aparecer nas grandes cidades, em 2006, a lista passou de 8 para 25 tipos de medicamentos disponibilizados para a população. Dentre eles destacam-se aqueles usados para o tratamento de diabetes, problemas de pressão e asma.