Publicado em: sexta-feira, 05/08/2011

Em cinco anos, Lei Maria da Penha fez mais de 400 mil atendimentos no Brasil

Fazem cinco anos que a Lei Maria da Penha foi sancionada e desde abril de 2006 até hoje o número de casos registrados na Central de Atendimento da Mulher foi de 1.952.001 atendimentos em todo o Brasil. Desse número 434.734 foram referentes a Lei Maria da Penha. A lei se tornou mais rigorosa com o passar dos anos e prevê punições mais rigorosas aqueles que agridem mulheres.

Durante os cinco anos de vigência da lei já foram registrados 237.271 casos de violência contra a mulher, sendo que mais de 140 mil casos foram de violência física, 62 mil sofreram violência psicológica, outras 23 mil foram vitimas de violência moral. Além de outros casos que vão de violência patrimonial, violência sexual, trafico de mulheres e cárcere privado.

A Secretaria de Políticas das Mulheres informou que 46% das mulheres que entraram em contato com o Disque 180 são pardas, que 64% têm entre 20 e 40 anos, 46% cursou parte ou todo o ensino fundamental e que 40% das mulheres que foram agredidas vivem com o agressor a mais de dez anos. Outro dado importante detectado pela Secretaria é que 87% das denúncias são feitas pelas próprias vítimas.

No entanto, segundo a pesquisa 59% das mulheres agredidas não são dependentes financeiramente do homem que a agrediu e que em 72% dos casos o agressor é o companheiro da mulher. Porém não é apenas as mulheres que são agredidas, normalmente durante a agressão os filhos estão presentes (65%) ou são agredidos junto com a mãe (20%).