Publicado em: terça-feira, 09/10/2012

Eleição 2012 – 13 cidades com mais de 200 mil habitantes definem prefeitos sem necessidade de segundo turno

Com vitórias em 3 das 13 maiores cidades de São Paulo que já escolheram os prefeitos sem necessidade de um segundo turno o PMDB se torna o partido com mais representatividade nas macrorregiões paulistas, seguidos de PV, PTB, PP, PSD, PDT, PSB e o PCdoB que conquistaram uma prefeitura cada.

Destas 13 cidades, seis fazem parte da Grande São Paulo: Gil Arantes (DEM) foi eleito em Barueri, Sérgio Riberio (PT) venceu o pleito em Carapicuíba, Dr. Mamoru (PTN) ganhou na cidade de Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, cujo candidato eleito foi Marco Bertaiolli (PSD), São Bernardo do Campo teve Eleição 2012 - 13 cidades com mais de 200 mil habitantes definem prefeitos sem necessidade de segundo turnoLuiz Marinho (PT) escolhido como prefeito e Osasco, que o vencedor foi Jorge Lapas (PT), pois o outro candidato foi considerado como ficha-suja pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Dessas cidades com mais de 200 mil habitantes mas que não precisaram do segundo turno, sete estão no interior do estado, São José do Rio Preto elegeu Valdomiro Lopes do PSB, em Santos o eleito foi Paulo Alexandre Barbosa do PSDB, São Vicente elegeu Luis Cláudio Bili do PP, São José dos Campos teve Carlinhos Almeida do PT eleito, Bauru elegeu Rodrigo Agostinho do PMDB, em Piracicaba, Gabriel Ferrato do PSDB será o prefeito e Limeira terá Paulo Hadich do PSB, mas nesta última o resultado ainda depende da Justiça Eleitoral.

No dia 28 haverá segundo turno em 12 das 25 cidades do estado de São Paulo que tem mais de 200 mil eleitores. Cinco delas estão na região metropolitana da capital: Guarulhos, Santo André, Diadema, e Mauá, além da própria São Paulo. Os partidos que tem mais representantes nesse segundo turno são o PT e o PSDB, que levaram 7 candidatos para o segundo turno, cada um.