Publicado em: terça-feira, 10/01/2012

Eike transforma sede do Flamengo em hotel

O empresário brasileiro Eike Batista, através de seu grupo Rex, irá transformar um prédio do Flamengo na zona sul do Rio de Janeiro em um empreendimento hoteleiro. O conselho deliberativo do rubro-negro aprovou na última segunda-feira (09) a realização do negócio.

O imóvel, localizado no Morro da Viúva, se tornará um hotel om mais de 450 quartos, com um investimento de mais de R$ 100 milhões. O Flamengo concordou em alugar o prédio por 25 anos, podendo ser renovado por mais 25, e receberá R$ 270 mil mensais do grupo empresarial.

O Flamengo ainda receberá R$ 2 milhões para negociar a saída de moradores que ocupam cerca de um terço do edifício. Computando todos os repasses, estima-se que o clube da Gávea deverá receber mais de R$ 15 milhões no negócio, além de receber outros benefícios indiretos.

O clube carioca, por exemplo, teve anistiada uma dívida de mais de R$ 16 milhões de IPTU, obtida através de decreto municipal. Além disso, os times do Flamengo terão à disposição 20 quartos para serem usados nas concentrações, o que representa uma economia de R$ 150 mil por jogo.