Publicado em: terça-feira, 01/02/2011

Egito segue com protestos

O Egito completou na última segunda-feira (31) sete dias consecutivos de protestos por parte da população.

O país africano enfrenta uma série de protestos contra o governo de Hosni Mubarak, que já está no poder há mais de trinta anos. A população reclama contra a corrupção, autoritarismo, inflação e desemprego, que tomaram conta do país.

A série de manifestações fez com que o governo egípcio declarasse toque de recolher, ignorado pela população, que continuou indo às ruas pedindo pela saída de Mubarak do governo. Em algumas destas manifestações, houve confronto com o Exército.

O governo brasileiro divulgou na tarde de segunda-feira um comunicado no qual desaconselha aos brasileiros viajarem para o Egito, por conta da crise política. Ainda na nota, o governo brasileiro reforçou o pedido às autoridades egípcias para que não haja violência na repressão aos protestos.