Publicado em: sexta-feira, 28/01/2011

Egito bloqueia acesso à internet

O governo do Egito enfrenta uma série de protestos, que culminou em medidas drásticas, como toque de recolher e até mesmo bloqueio ao acesso à internet.

As medidas são respostas aos protestos que a população egípcia realiza, há pelo menos quatro dias. Milhares de pessoas foram às ruas das cidades de Cairo, Suez e Alexandria, contestando o governo de Hosni Mubarak.

O acesso à internet, bem como aos telefones celulares foram interrompidos desde a madrugada de sexta-feira, e mesmo com o toque de recolher decretado, a população enfrentou o Exército e seguiu com os protestos.

Mubarak está no governo do Egito há quase três décadas, e a população reclama do desemprego, inflação, autoritarismo e corrupção. Os protestos, de acordo com televisões locais, já registraram pelo menos seis mortes.