Publicado em: quarta-feira, 31/08/2011

Eduardo Paes prevê a maior epidemia de dengue da história no Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, decretou na manhã desta quarta-feira (31) estado de alerta na capital fluminense. Segundo ele, há a possibilidade de um aumento no caso de dengue no verão de 2012. Levando em conta a evolução da doença na cidade, Paes afirmou que o Rio de Janeiro pode ter a maior epidemia de dengue da sua história e disse ainda que o Centro de Operações do Rio será o quartel general para o combate da doença.

Para garantir a prevenção da dengue o número de agentes de Vigilância da Saúde deve ser duplicado e serão comprados, de acordo com o governador, novos veículos e equipamentos para auxiliar no combate. A secretaria de saúde do município informou ainda que o custo do programa de prevenção e combate a dengue custará aos cofres do Rio de Janeiro R$ 42 milhões até abril do ano que vem.

Serão realizadas também, segundo o prefeito, vistorias em imóveis particulares e comerciais para combater a criação dos mosquitos Aedes aegypti, responsáveis pela transmissão do vírus. A prefeitura informou que 82% dos criadouros dos mosquitos são encontrados dentro das residências. E que ainda em dois terços dos casos de pessoas infectadas o foco da doença podia ser encontrado em suas próprias casas.

As áreas mais afetadas pelos mosquitos são os bairros do Centro da cidade, além da Zona Norte e da Zona Oeste. Segundo Paes, em 2012 pode ocorrer uma situação semelhante aos anos de 2001 e 2007, que antecederam as duas maiores epidemias da cidade.