Publicado em: sexta-feira, 11/04/2014

Eduardo Hungaro deixa o comando e volta a ser auxiliar no Botafogo

Eduardo Hungaro deixa o comando e volta a ser auxiliar no BotafogoTreinador do Botafogo desde o começo da temporada 2014, Eduardo Hungaro permanecerá no clube mesmo depois da eliminação precoce na primeira fase da Taça Libertadores da América e do modesto nono lugar no Campeonato Carioca. Entretanto, o profissional voltará à sua antiga função, a de auxiliar-técnico. A definição foi confirmada nesta sexta-feira (11), em reunião da diretoria do clube.

O grupo de jogadores do Botafogo, que desembarcou no Rio de Janeiro de manhã, já vai se reapresentar no período da tarde, no Engenhão. A intenção da diretoria do clube de General Severiano é anunciar a contratação de um novo treinador até o fim desta sexta-feira. O mais cotado para assumir a equipe é Vagner Mancini, que trabalhou pela última vez no Atlético Paranaense, no ano passado e atualmente está sem clube . Caso ele seja contratado, deve chegar também o preparador físico Moraci Sant´Anna, além de dois auxiliares.

Voltando para sua antiga função, Eduardo Hungaro será um dos cinco membros da comissão técnica fixa do Botafogo, ao lado de Eduardo Barroca, Christiano Fonseca, Flávio de Oliveira e Maurício Ferreira. A queda na Taça Libertadores, após a derrota por 3 a 0 sofrida para o San Lorenzo na última quarta-feira (9), no Estádio Nuevo Gasômetro, em Buenos Aires, foi determinante para a troca de treinador, principalmente após as críticas feitas pelo comandante em relação ao comportamento do time dentro de campo.

Aproveitamento de Hungaro deixou a desejar no início deste ano no Botafogo

No comando do Botafogo, Eduardo Hungaro acumulou apenas sete vitórias em 23 partidas disputadas. Foram seis empates e dez derrotas, aproveitamento de 40,5% dos pontos, somando Campeonato Carioca e Taça Libertadores da América. O profissional assumiu o cargo de técnico após a saída de Oswaldo de Oliveira, que não entrou em acordo com a diretoria e acertou com o Santos.