Publicado em: sexta-feira, 08/08/2014

É negado o pedido de habeas corpus dos reús acusados de participar da morte de Bernardo Boldrini

É negado o pedido de habeas corpus dos reús acusados de participar da morte de Bernardo BoldriniDepois do Brasil ter se chocado com o caso de crueldade que aconteceu com o menino Bernardo, ontem, quinta-feira (7), o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) negou os pedidos que foram feitos de habeas corpus para que dois dos quatro réus que foram presos pelo assassinato de Bernardo Boldrini, 11 anos, fossem soltos. Enquanto esperam o julgamento do caso, Edelvância Wirganovicz e o irmão dela, Evandro Wirganovicz, permanecem presos.

Já se passaram quatro meses desde que o crime aconteceu, Bernardo Boldrini estava desaparecido desde o dia 4 de abril, mas o corpo do menino foi encontrado somente no dia 14 do mesmo mês, em um matagal na área rural de Frederico Westphalen, 80 km de Três Passos, cidade onde ele morava com a família. O pai, Leandro Boldrini e a madrasta, Graciele Ugulini também são acusados – ambos trabalhavam na área da saúde, médico e enfermeira – de terem tirado planejado o crime. A defesa resolveu pedir a liberdade de Edelvânia e Evandro, o fato foi apurado na tarde dessa quinta (7), na 3ª Câmara Criminal do TJ-RS.

Votos contra e à favor

O argumento usado pela defesa dos dois, se tratou da legalidade da manutenção de prisões. Edelvania foi presa no dia 14 de abril, data em que o corpo foi localizado. Já o irmão dela, no dia 10 de maio. Depois que o Ministério Público (MP) pareceu estar de acordo com a manutenção da prisão de Evandro, o relator, juiz Flávio Vieira Heerdt, não foi a favor dos pedidos de habeas corpus e votou contra – um acordo realizado pelo advogado de defesa e outro pelo réu, escrito de próprio punho. Os outros votos foram contra o habeas corpus, contudo, a favor da manutenção da prisão. A investigação do caso até os diais de hoje, leva a crer que os quatro suspeitos participaram de alguma forma, da morte do menino. Foram denunciados no final do mês de maio.