Publicado em: segunda-feira, 11/07/2011

Donos de iPhone jogam pelo dobro do tempo que usuários de outros aparelhos

Pesquisa divulgada pelo instituto Nielson mostra que os usuários de dispositivos móveis para a comunicação, como smartphones e iPhones, usam mais os aparelhos para aplicativos de jogos do que os usuários de telefones celulares comuns. O estudo foi intitulado Play Before Work (jogar antes de trabalhar – tradução livre), pois empresas tem sido mais flexíveis para permitir que os trabalhadores usem seus próprios aparelhos pessoais durante o trabalho.

De acordo com o teste que foi realizado dentro de um período de 30 dias, os clientes que fazem downloads de aplicativos predominam em 64% na categoria dos jogos. Em segundo lugar, o download de acessórios relativos às previsões climáticas ficam com 60% da preferência. Ao mesmo tempo, 93% dos clientes dos downloads de aplicativos estão dispostos a pagar pelos jogos.

Nesse caso, o segundo lugar vai para o entretenimento em geral, com 87% da preferência. Ao mesmo tempo, aqueles que usam o sistema operacional da Apple para os dispositivos móveis tem praticamente o dobro de tempo de uso (horas por mês) em jogos do que usuários de outras marcas. Enquanto a média da indústria é de 7.8, os clientes da Apple chegam à marca de 14.7. Em segundo lugar, o Android conta com a média de 9.3.

Ao ser evidente que os donos de tais aparelhos que comportam aplicativos estão jogando cada vez mais, por o desenvolvimento da qualidade da tela e da mídia facilitarem o uso, as empresas precisam criar políticas de tolerância para permitir a atividade durante o trabalho. Porém, os trabalhadores devem cuidar das informações corporativas, para que não sejam vazadas por conta de algum download.