Publicado em: quinta-feira, 27/02/2014

Donos de cães e gatos poderão levar seus animais nas viagens com passaporte mais acessível

Donos de cães e gatos poderão levar seus animais nas viagensAos donos de cães e gatos que sempre passam pelo problema de ter que decidir o que fazer com os animais antes de viajar, preferem deixá-los em parentes, vizinhos ou hotéis especializados, ao ter que se submeter a burocracia para conseguir a liberação e poder leva-los na viagem, agora porém, não terão mais este tipo de problema. O Brasil facilitará para que os cachorros e gatos possam viajar com seus donos por países membros do Mercosul sem a necessidade de trâmites mais rigorosos. A decisão aconteceu ontem, terça-feira (26) no Ministério da Agricultura. No comunicado, o Ministério disse que a vantagem deste documento é o fato de reunir todas as informações necessárias de zoosanitárias para a entrada do bichano em países do Mercosul como Argentina, Paraguai, Uruguai, Venezuela, e Brasil. O passaporte também garante uma maior facilidade e menor desgaste nos embarques e desembarques, e principalmente em conexões, reduzindo o tempo de liberação do animal. Segundo o Ministério, hoje em dia, a média de espera para liberação é de 40 minutos, e a intenção é que esse tempo seja reduzido.

Microchip

Para possuir este benefício, o animal que irá viajar precisa ter as vacinas e certificados em dia, além disso, ele precisa ter um microchip instalado, que funciona como um documento de identidade, no qual os dados contidos nele, serão passados em uma máquina de leitura digital. Este método adaptado, já é utilizado na União Europeia. Os donos dos mascotes que não queira fazer uso deste método, pode optar pela foram convencional, mas para isso ele terá que reunir os certificados que são exigidos e leva-los a cada viagem que fizer para fora do país. Os passaportes já podem ser emitidos pelo Ministério e também podem ser solicitados na superintendência de cada região.