Publicado em: sexta-feira, 24/02/2012

Dólar termina o dia em alta depois de nova intervenção do BC

A moeda norte-americana fechou o dia a R$ 1,711, apresentando alta de 0,23%. O dólar começou o dia com três quedas seguidas, mas fechou em alta devido a uma nova intervenção do Banco Central. A entidade monetária entrou em ação na tentativa de conter a queda da moeda. No início da manhã o dólar chegou a ser cotado a menos de 1,70, o que não acontecia a mais de quatro meses. Ao final do dia, com a compra de dólar feita pelo BC, subiu 0,23% e terminou em R$ 1,711.

Observando os dados dos meses anteriores, no acumulado de fevereiro o dólar apresenta uma queda de 2,07%, sendo que no ano já chega a 8,43%. No período da manhã, antes da intervenção do BC o dólar chegou a valer R$ 1,6960. Somente depois, durante a tarde, que alcançou R$ 1,7142 na venda.

BC faz novo leilão para comprar dólares

Da mesma forma que na quarta-feira, o Banco Central, mais uma vez, anunciou leilão para conter a desvalorização. Perto das 11 horas, anunciou um leilão de swap cambial reverso, onde fez compra de dólares no mercado futuro. Às 14 horas a autoridade monetária comprou moeda à vista. Desde 31 de agosto de 2011 que não eram feitas duas intervenções no mesmo dia.

Segundo economistas, o BC está agindo para equilibrar e enxugar os fluxos de mercado. O economista-chefe da BGC Liquidez, Alfredo Barbutti, disse que o BC está disposto a segurar o dólar, enxugar excesso de fluxo e mantê-lo entre R$ 1,70 e R$ 1,90. Barbutti ainda afirmou que essa atuação da entidade monetária não é incomum, pois já fez o mesmo em outros momentos. A queda do preço do dólar em relação ao real é resultado das fortes entradas da moeda no país. Segundo informações do BC anunciadas nesta quarta-feira (22), o fluxo cambial, até o dia 17 de fevereiro, tinha saldo positivo de US$ 6,520 bilhões só neste mês.