Publicado em: sábado, 25/02/2012

Dólar fecha a R$ 1,70, mesmo após duas atuações do BC

A moeda americana fechou mais uma vez em queda nesta sexta-feira (24). A desvalorização ante o real é resultado do ingresso de dólar no país e, também, pela forte desvalorização no exterior. Mesmo após o Banco Central (BC) atuar duas vezes durante o dia e comprar moeda no mercado, a desvalorização foi de 0,27%, fechando em R$ 1,7064.

Durante a manhã, a moeda não oscilou e ficou mais estável. Mas depois, quando iniciou a tarde, passou para um movimento de queda. O dólar vinha ampliando as perdas no mercado internacional e em alguns momentos chegou a ser cotado a R$ 1,7007. Quando isso aconteceu, o BC interveio e comprou a moeda. Foram dois leilões de compra de dólares à vista seguidos um do outro.

Na quinta-feira BC já havia feito duas intervenções

Na quinta-feira (23) o BC já havia feito duas intervenções no mercado. Uma para comprar doares no mercado futuro e outra, em seguida, quando comprou à vista. Desde o início do mês, com o dólar apresentando contínua desvalorização ante o real, a entidade monetária vem atuando no mercado por meio da compra da moeda. Esse cenário de intervenção é visto de diversas formas pelos economistas e operadores de bolsa. Segundo um corretor paulista, o BC apenas está enxugando sobras de recursos, não sendo uma atuação forte no mercado.

Um gerente de banco disse que o objetivo do BC é conter a volatilidade do mercado e que a entidade vai continuar fazendo compras, pois estamos vivendo um cenário positivo de entrada da moeda no país. No entanto, o gerente complementa dizendo que essas operações do BC servem apenas para limitar uma apreciação do real. O Brasil vem recebendo grande quantidade de dólares devido às boas perspectivas econômicas. Em fevereiro, por exemplo, até o dia 17, o fluxo cambial era de US$ 6,520 bilhões positivos, segundo informações da própria entidade monetária.