Publicado em: segunda-feira, 30/11/2009

Dívida de Dubai abala mercado financeiro

O pedido de moratória feito por Dubai abalou as bolsas asiáticas na sexta-feira, 27. Japão e Hong Kong registraram quedas, assim como o preço do barril do petróleo, todos influenciados pelas notícias negativas a respeito da economia do emirado do Oriente Médio.

Na quarta-feira, 25, o conglomerado Dubai World, órgão estatal responsável pela expansão imobiliária na região, anunciou que as dívidas, que giram em torno de U$ 58 bilhões, terão seu pagamento adiado.

A ameaça de calote teve grande repercussão no mercado financeiro mundial. O temor dos analistas é que a crise no emirado do Oriente Médio desencadeie uma nova recessão mundial, tal qual ocorreu nos Estados Unidos, cuja crise também teve início com o calote do setor imobiliário.

Dubai é um dos sete emirados que compõem os Emirados Árabes Unidos e nos últimos anos se tornou um importante ponto turístico e comercial, chamando a atenção por suas construções milionárias.