Publicado em: quarta-feira, 07/05/2014

Discussão em Teatro Municipal termina com agressão, no Rio

Discussão em Teatro Municipal termina com agressão, no RioUma noite de lazer acabou terminando mal no Rio de Janeiro, durante a apresentação de um espetáculo de dança, na noite de quarta-feira, no Teatro Municipal, uma mulher ficou ferida após uma discussão. A estagiária de direito Thais Martins de Andrade, de 32 anos, acusou o francês Antoine Belleville, de 27 anos, de ter proferido um soco em seu rosto fazendo com que ela rolasse pelas cadeiras após a agressão. Já na versão de Antoine, que está no Brasil fazendo trabalhos voluntários há seis meses, afirmou que apensa se defendeu após Thais ter batido com o folheto do espetáculo em seu rosto, o que foi a causa da estagiária cair.

Thais levou o caso para a 5ª DP (Mem de Sá), onde ela fez o registro de lesão corporal, já que ela ficou com o rosto machucado, e foi preciso levar nove pontos na boca e na sobrancelha. “Eu estava na frente dele e tomei dois tapas na cabeça enquanto ele pedia para que eu parasse de falar. Começamos a discutir, eu me levantei e bati com o programa no rosto dele. Em seguida, ele me deu um soco e saí rolando. Poderia ter caído da galeria e até morrido se não me segurasse numa barra de ferro. Para mim, foi uma tentativa de assassinato. Estou traumatizada. Uma das coisas que mais gosto de fazer é ir ao teatro, e agora estou com medo que alguém resolva me agredir de novo daquela forma”, conta Thais.

Defesa própria X indenização

O acusado de agredir a estagiária, justificou dizendo que foi ao espetáculo com a namorada e pediu por diversas vezes que Thais parasse de falar, ele nega ter agredido ela antes de ser atingido no rosto com a programação da peça. Apenas garantiu que foi por defesa própria. “Nunca bati em ninguém na minha vida. Só levantei o braço para me defender e, infelizmente, ela caiu. Pedi desculpas. Sou uma pessoa pacífica. Ela está querendo me caluniar”, conclui. Thais foi até a delegacia fazer registro de lesão corporal e após exame de corpo de delito, afirmou que irá processar Antoine para entrar com um pedido de indenização por danos morais.