Publicado em: quarta-feira, 22/02/2012

Dirigentes voltam a apoiar Ricardo Teixeira

Dirigentes voltam a apoiar Ricardo Teixeira Com o anúncio de que voltaria a trabalhar normalmente nesta quarta-feira (22), o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) Ricardo Teixeira já parece ter contornado a situação política na entidade que comanda há mais de 20 anos.

Assim que os rumores de que o dirigente deixaria o cargo, alguns representantes de federações tentaram articular um movimento para a realização de novas eleições. A atitude não agradou Teixeira, que convocou uma reunião com todas as federações para o dia 29 deste mês.

E depois do anúncio de permanência de Teixeira, os dissidentes já adotaram um outro discurso, e manifestam apoio incondicional ao mandatário do futebol brasileiro. O presidente da Federação Gaúcha, Francisco Novelletto, já afirmou que se Teixeira quiser ficar ‘por mais 30 anos’, terá seu apoio.

Novelletto tentou, juntamente com os representantes das federações baiana, carioca, paranaense e paraense, debater a sucessão de Ricardo Teixeira, já que entendiam que caso José Maria Marin assumisse o comando da entidade, a Federação Paulista teria ainda mais poder dentro da CBF.