Publicado em: terça-feira, 29/10/2013

Diretoria do Fluminense discute permanência de Luxemburgo no clube

Diretoria do Fluminense discute permanência de Luxemburgo no clubePressionado no Fluminense após o tropeço diante do Vitória no último domingo (27), derrota por 3 a 2 no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo pode ter seu futuro definido nesta terça-feira (29). A diretoria do clube se reunirá com o presidente da Unimed, patrocinadora do clube, Celso Barros, para definir se o treinador permanece ou não para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Em má fase no Brasileirão, o Fluminense não vence há sete partidas e ocupa a 16ª colocação na tabela, com 36 pontos ganhos, apenas três acima da Ponte Preta, primeira equipe a figurar na zona de rebaixamento. A última vitória do Tricolor foi no dia 28 de setembro, por 2 a 1, sobre o Goiás, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Na última segunda-feira (28), num primeiro encontro com a participação do presidente do Fluminense, Peter Siemsen, e do diretor executivo do clube, Rodrigo Caetano, não houve uma decisão final, já que Celso Barros não pode comparecer. A patrocinadora do Tricolor teve importante participação na montagem do atual elenco e principalmente na vinda de Luxemburgo, que conta com a simpatia do presidente da Unimed.

Números de Vanderlei Luxemburgo à frente do Fluminense são irregulares

Contratado para substituir Abel Braga, campeão brasileiro no ano passado, Vanderlei Luxemburgo fez sua estreia no comando do Fluminense na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no Maracanã, pela décima rodada do Brasileirão. O começo do treinador foi empolgante, com oito partidas de invencibilidade. Ao todo, desde a chegada do comandante, são 24 partidas, com sete vitórias, nove empates e oito derrotas.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a 32ª, o Fluminense volta a campo no próximo domingo (3 de novembro), para jogar o clássico Fla-Flu, às 19h30, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.