Publicado em: quinta-feira, 24/07/2014

Diretor de “Boogie Oogie” decidiu cortar as cenas de álcool, drogas e bebidas que marcaram os anos 70

Diretor de “Boogie Oogie” decidiu cortar as cenas de álcool, drogas e bebidas que marcaram os anos 70A Globo está a todo vapor com a estreia de mais uma novela, “Boogie Oogie”, a nova trama das 18h irá voltar aos anos 70, que ficou marcado pela era disco, pelos movimentos de liberdade sexual e drogas.

Mesmo com a novela sendo vivida nessa época, o diretor Ricardo Waddington decidiu cortar cenas que envolvem o uso de álcool, drogas e bebidas. Ele afirma que seria um retrocesso usar bebidas e cigarro no horário das 18h, por isso tomou essa decisão, acredita que não são necessários eles elementos para que se conte a história, declarou durante um encontro com a imprensa para apresentar a novela, realizada no Rio. O diretor ainda diz que a toda a produção faz referência aos anos 70 pelo colorido e pelas músicas da época que fizeram história.

Superação na audiência

Na novela, a grande estreia ficará por conta do autor Rui Vilhena, e o drama que se constrói a partir das personagens Sandra, interpreta por Isis Valverde e Vitória, por Bianca Bin, as duas foram trocadas na maternidade. “A escolha do ano de 78 foi por uma memória afetiva que Rui e eu compartilhamos, e também trouxe umas facilidades, naquela época não havia celular, internet, isso torna mais verossímil uma história envolvendo troca de bebês”, explica o diretor.

“O celular é um horror para qualquer autor. Eu e o Ricardo Wadignton batemos o martelo pelo ano de 78 porque era o ano de ‘Dancing Days’ e também porque achamos que o fim desses anos era muito mais interessante que o começo”, completou Rui.

A novela “Boogie Oogie” terá sua estreia no dia 4 de agosto e tem a pretensão de mudar o quadro de audiência das novelas da 18h, fazendo com que o retorno seja favorável, já que as anteriores, “Meu Pedacinho de Chão”, “Joia Rara” e “Lado a Lado” não obtiveram bons resultados de audiência.