Publicado em: terça-feira, 05/08/2014

Dilma passa ao Congresso Nacional a responsabilidade de explicar sobre a denúncia na CPI

Dilma passa ao Congresso Nacional a responsabilidade de explicar sobre a denúncia na CPI  A presidente Dilma Rousseff deixou claro que é de total responsabilidade do Congresso Nacional explicar a denúncia de um possível favorecimento a ex-dirigentes da Petrobras que foram chamados para prestar contas na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em que foi criada no Senado, afim de investigar a estatal do petróleo. A petista fez uma viagem até São Paulo nessa segunda-feira (4), apenas para visitar um posto de saúde na periferia de Guarulhos, região metropolitana da cidade.

De acordo com uma matéria publicada essa semana na revista “Veja”, os apontados a prestar esclarecimentos, o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli e o ex-diretor da área internacional Nestor Cerveró, obtiveram informações relacionadas as perguntas que lhe seriam feitas antes de falar à CPI da Petrobras.

Na reportagem, é relatado que a revista teve acesso a um vídeo com aproximadamente 20 minutos de duração em que aparecem o chefe do escritório da estatal em Brasília, José Eduardo Barrocas, o advogado da empresa Bruno Ferreira e mais uma pessoa na qual não foi identificada. Todos estava conversando sobre as perguntas que iriam ser formuladas, sobre quem estava formulando e quem iria receber. Sobre isso, Dilma respondeu que a denúncia de favorecimento a quem iria depor na CPI da Petrobras no Senado, fica a responsabilidade do Congresso responder.

Investigação

Além disso, a presidente também foi questionada sobre a questão das lideranças da oposição terem decidido no último final de semana, que irão contatar o Conselho de Ética e o Ministério Público para investigar o que realmente aconteceu. A intenção da oposição é que se no caso for comprovada algum tipo de participação de servidor do Executivo na criação das perguntas, isso pode levar ao ato de improbidade administrativa. A presidenciável fala em tom irônico sobre os tucanos, ela afirma que o PSDB faz as representações que quiser fazer em Brasília.