Publicado em: quinta-feira, 03/07/2014

Dilma lança terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida

Dilma lança terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida Nessa quinta-feira (3), a presidente Dilma Rousseff lançou a terceira fase do programa habitacional minha Casa, Minha Vida, enquanto participava do evento da entrega de 464 moradias no Paraná, no Distrito Federal. De acordo com a presidente, a intenção é entregar 3 milhões de residências. A entrega do projeto aconteceu de forma simultânea em outras dez cidades do país, feita por outros ministros, onde foram estabelecidas as unidades habitacionais. Ao todo, foram realizados onze eventos e entregues 5,4 mil moradias do Minha Casa, Minha Vida, segundo informações do Palácio do Planalto. Dilma disse durante o evento que o programa foi responsável por contratar desde 2010 até junho deste ano, a construção de 3,7 milhões de moradias, dentro desse todo, o governo planejou entregar em torno de 2 milhões de unidades prontas até o fim do ano.

Mais 3 milhões de moradias

Enquanto acontecia o evento de entrega das habitações, a presidente se pronunciou e defendeu a qualidade dos apartamentos feitos e ainda garantiu que ao inaugurar as unidades, ela sempre analisa o acabamento que foi dado em cada casa entregue. Ela destaca também que o objetivo é deixar claro que é possível sim, contratar mais 3 milhões de moradias. Porque o que está dando certo, deve ser continuado e as famílias de menor renda, precisam continuar recebendo subsídio como já foi feito até então. É preciso que o governo sinalize para os empresários começarem a preparar terrenos e discutir com prefeitos para que isso aconteça a partir de 2015 – essas foram as palavras de Dilma em seu discurso. O programa Minha Casa, Minha Vida é uma grande vantagem para a presidente na disputa para sua reeleição. O projeto foi criado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2009 e durante seu governo, foram contratadas mais de 1 milhão de moradias, passando o legado para Dilma, foram outras 2,7 milhões benefícios para famílias de baixa renda.