Publicado em: quinta-feira, 28/06/2012

Dilma lança Plano Safra 2012/2013 e oferece mais crédito oficial para produtores

Foi lançado hoje, pela presidente Dilma Rousseff e Mendes Ribeiro Filho, ministro da Agricultura, o Plano Agrícola e Pecuário 2012/2013. Consta nesse plano que o governo disponibilizará R$ 115,2 bilhões para a agricultura empresarial a partir do mês de julho deste ano. O governo deixou claro que os focos deste plano são os pequenos e médios produtores rurais, assim como as pequenas cooperativas e a produção sustentável.

Plano oferece maior quantidade de crédito em 2012/2013

Os valores do plano de 2012 e 2013 são maiores que o atual. A partir de agora o médio produtor deixará de ter a oferta de R$ 6,2 bilhões de crédito para usufruir de R$ 7,1 bilhões. Além disso, houve queda nas taxas de juros. Se antes o valor pago era 6,25%, o novo valor passará a ser 5%. Uma parte grande também será destinada para o uso de investimento. No total serão R$ 4 bilhões para este fim. Para se enquadrar no programa é preciso que os agricultores tenham uma determinada renda anual. O Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) apenas oferece crédito para quem possui renda anual de até R$ 800 mil, sendo que o limite de crédito pode chegar a R$ 500 mil.

Cooperativas também possuem aumento de limite de financiamento

Num ano propício, por se tratar do ano mundial do cooperativismo, o governo também resolveu oferecer maior quantidade de crédito para as cooperativas. O limite que era de R$ 60 milhões passou para R$ 100 milhões. Esse aumento faz parte das metas do Prodecoop, o Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção e Agropecuária. Para capital de giro o crédito pode ser de até R$ 50 milhões e não mais de somente R$ 25 milhões. Esse dinheiro oferecido pelo governo federal faz parte das ações do Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Procap-Agro). Também houve ampliação de crédito para o Programa de Agricultura de Baixo Carbono (ABC).