Publicado em: quarta-feira, 10/08/2011

Dilma Housseff: Pesquisa CNI-Ibope mostra queda na popularidade da presidente

Pesquisa de popularidade feita pela CNI-Ibope divulgada nessa quarta-feira (10) mostra que o percentual de aprovação do governo de Dilma Housseff caiu de 73% para 67% após as crises na Casa Civil e no Ministério dos Transportes. O período analisado pelo instituto de pesquisa abrange os meses entre abril e agosto. O número relativo à avaliação negativa da gestão do governo subiu de 12% para 25%. A marge de erro é de até dois pontos percentuais, que podem variar para mais ou para menos.

As datas destinadas para realizar a pesquisa foram entre os dias 28 e 31 julho, 2.002 pessoas foram questionadas, sendo que estes moram em 141 municípios diferentes. A comparação entre as regiões mostra que o nordeste é onde se concentra o maior índice de aprovação, com 70% do total de entrevistados. Ao mesmo tempo, a região sul conta com o menor índice de aprovação, com 61%.

A iniciativa para o levantamento foi após a demissão do ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, no dia 7 de junho, e do ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, em 6 de julho. Conforme o número de fucionários demitidos no Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT) foi aumentando, a crise nos Transportes foi tratado como uma “faxina” no governo.

A questão da confiança na presidente também foi abordada na pesquisa, sendo que o índice caiu comparativamente com o mês de abril. No começo do ano, o resultado mostrou 74% de confiança na presidente, enquanto agora essa margem é de 65%.