Publicado em: quinta-feira, 08/09/2011

Dilma diz que nova crise é ‘mais complexa’ que a de 2008

Durante o seu pronunciamento oficial nesta terça-feira (6), a presidente Dilma Rousseff voltou a falar da possível crise econômica que está para se instalar no mundo e também sobre as ações que o governo brasileiro pode ter para defender o país. Sua fala aconteceu em comemoração ao Dia da Independência do Brasil, que aconteceu no dia 7 de setembro.

“O mundo enfrenta grave crise e cobra respostas novas para seus problemas. Apesar de ter a mesma raiz, a crise atual é mais complexa que aquela de 2008, da qual nós nos saímos muito bem. Os países ricos se preparam para um longo período de estagnação ou até de recessão. Mas a crise não nos ameaça fortemente, porque o Brasil mudou para melhor”, afirmou.

Sobre as estratégias brasileiras para combater a crise, Dilma aponta que a melhor jogada é “ampliar e defender o mercado interno”. Dessa forma, a presidente volta a salientar a importância de proteger as indústrias nacionais com os investimentos na infraestrutura e também reduzis os juros básicos do pais.

“Nossa situação é de fato privilegiada em relação a muitos países, mas ainda estamos aquém do que podemos e necessitamos. Tem espaço para crescer e o povo tem motivos de sobra para ter esperança num futuro ainda melhor”, disse.

Dilma também destacou que o governo federal está atento para perceber os primeiros sinais da chegada da crise no país. Para ela, o mais importante é não demonstrar medo antes da crise chegar. “Estaremos bem atentos para evitar qualquer efeito mais grave. Não significa ficar com medo ou paralisado, vamos continuar trabalhando, consumindo, abrindo e ampliando empresas”, finalizou.