Publicado em: quarta-feira, 11/04/2012

Dilma diz que Brasil precisa superar atraso na educação

Na noite de ontem, terça feira (10), a presidente Dilma Rousseff encerrou a visita oficial aos Estados Unidos, realizando um discurso na Universidade de Harvard, onde comentou sobre a necessidade de melhorias na educação brasileira. Dilma também precisou se esquivar de questões mais delicadas dos alunos da instituição, especialmente quanto à situação dos imigrantes brasileiros nos EUA.

Na Kennedy School of Government, a palestra da presidente durou pouco menos de uma hora, a presidente apontou como gravíssimo o atraso do sistema educacional no Brasil. Declarando ser necessário que o problema seja resolvido desde a pré-escola até a graduação, resolvendo também déficits existentes na área de pesquisa científica brasileira.

Pontos discutidos

A primeira visita da presidente brasileira aos Estados Unidos teve como foco o ponto de cooperação entre os dois países, especialmente nos campos da educação e inovação. Nos principais pontos de discussão, estava incluído o programa Ciência sem Fronteiras, que tem a proposta de conceder 100 mil bolsas de estudo para alunos brasileiros fora do Brasil.

Na Universidade de Harvard, a presidente chegou a participar de atos de assinatura de acordos entre a faculdade e o MEC, prevendo projetos de pesquisa em parceria, a troca de pesquisadores e estudantes tanto da graduação quanto da pós-graduação e também o desenvolvimento de uma bolsa para professor-visitante brasileiro.