Publicado em: terça-feira, 04/10/2011

Dilma disse que União Europeia pode contar com Brasil para enfrentar a crise

Nessa terça-feira, dia 4 de outubro, no segundo dia da reunião de cúpula Brasil-União Europeia, a presidente Dilma Rousseff afirmou, em entrevista coletiva, que a União Europeia pode contar com o Brasil para sair da crise da dívida.

Dilma deu uma entrevista coletiva juntamente com o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso. Ela afirma que é essencial a “coordenação política dos países para enfrentar esse momento”. A presidente ainda disse que é por meio de políticas de estabilidade macroeconômica, estímulo ao crescimento econômico conjunto com políticas sociais que os países sairão da crise.

O Brasil faz parte do grupo de países que declarou, recentemente, apoio aos países que sofrem com os desafios da crise financeira mundial. Esse grupo é o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Esse apoio será por meio do FBI ou outras instituições financeiras internacionais.

Segundo Dilma, é muito importante que os países não tomem medidas que causem o desemprego. A presidente afirma que o Brasil sofreu uma experiência negativa nos anos 80 e 90, quando medidas tomadas fizeram com que o país parasse de crescer. Na segunda-feira, a presidente Dilma esteve com o primeiro-ministro belga, Yeves Leterme, e o aconselhou a ter cautela com os países que passam pela crise de maneira mais intensa.