Publicado em: quarta-feira, 20/07/2011

Dilma decide dar caráter técnico ao Ministério dos Transportes

Com a necessidade de reformular o Ministério dos Transportes a partir da substituições de nomes que ainda estão em atuação, a presidente Dilma Housseff decidiu que vai dar preferência ao caráter técnico dos profissionais, ao invés do político que vinha sendo priorizado. Até surgirem as denúncias relativas ao Ministério dos Transportes, os cargos do departamento eram praticamente do PR, mesmo partido do ex-ministro da pasta, Alfredo Nascimento.

A presença do PR no Ministério dos Transportes é uma característica que estava sendo perpetuada desde o governo do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Agora, com a nomeação de Paulo Sérgio Passos (PR) para assumir o posto de Nascimento, a presidente já foi contra as intenções da sigla, que não concordaram com a escolha de Passos, e decidiu que a reformulação no Ministério seria para escolher nomes técnicos.

Porém, como o partido mais afetado é o PR, o líder da sigla na Câmara, Lincoln Portela, declarou nessa terça-feira que “a presidente tomou iniciativas que achou prudente tomar. Só temos que tomar cuidado para que essas desconfianças não fiquem só no PR. Que seja usada a mesma balança caso haja desconfiança em outros setores, não só do PR, mas no PT e em todos os lugares que ela [Dilma] estiver com dúvidas.”

As primeiras denúncias contra o Ministério dos Transportes surgiram com uma reportagem produzida pela revista Veja. Com isso, foi apurado que o Ministério estava superfaturando com licitações relativas a obras liberadas pela pasta. Na sequência, diversos nomes foram afastados e deu-se início ao processo de substituições dos cargos.