Publicado em: terça-feira, 17/03/2015

Dilma afirma que protestos indicam sucesso da democracia

Depois da realização de um dia todo de protestos contra o governo, registrado em várias partes do Brasil, a presidente Dilma Rousseff realizou o primeiro pronunciamento sobre o ocorrido. A presidente chegou a se emocionar durante cerimônia ao vivo, em que sancionava o novo Código de Processo Civil, em Brasília. Ela ficou com a voz embargada ao afirmar que valeu a pena lutar por democracia e liberdade no passado, fazendo referência ao período de ditadura em que ela foi presa política. Ela afirmou que ao ver milhares de cidadãos se manifestando no domingo, não pode deixar de lembrar que sua luta pela liberdade valeu a pena, que agora o país está vivendo uma fase em que está mais forte.

Dilma ainda lembrou que o país fica ainda mais impermeável ao retrocesso e ao golpismo com o fortalecimento das instituições democráticas. Ela lembrou que um país que está amparado por uma harmonia entre os poderes e independência, dentro de um sistema de democracia representativa, com a livre manifestação do povo nas ruas, isso torna o Brasil cada vez mais impermeável à intolerância, ao preconceito e à violência. Dilma lembrou ainda que somente nas democracias é que as urnas e a voz do povo nas ruas são respeitadas.Dilma afirma que protestos indicam sucesso da democracia

Além disso, Dilma ainda reiterou a posição do governo em dialogar com as manifestações, conforme alguns ministros já haviam adiantado no domingo, após as mobilizações em todo o país. A presidente falou mais uma vez sobre o envio ao Congresso de medidas para o combate a corrupção e a impunidade. Ela lembrou que medidas como essa são para fortalecer a nação e o que todos querem é um lugar para exercer seus direitos de forma pacífica, sem colocar em risco as liberdades políticas ou civis de nenhum cidadão. Na cerimônia estavam presentes o ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux e do ex-presidente da República José Sarney.