Publicado em: sábado, 06/10/2012

Dieta de fast food pode afetar inteligência de jovens

Dieta de fast food pode afetar inteligência de jovensUm estudo confirma que não faz bem para as crianças consumir as chamadas comidas de fast-food, pois além delas engordarem, o fato de comer comidas muito calóricas atrapalha nos desenvolvimentos do raciocínio e da inteligência.

Crianças que se alimentam com muito fast-food podem ter QI inferior ao de jovens que se alimentam com ingredientes mais frescos, diz o estudo realizado pela Universidade de Goldsmiths de Londres.

Para a pesquisa, quatro mil pequenos que tinham entre 3 e 5 anos, tiveram as habilidades analisadas por testes com o passar do tempo. Sophie Von Stumm , psicóloga disse esse estudo que: “Faz parte do senso comum falar que o tipo de alimento afeta o desenvolvimento do cérebro, mas estudos anteriores verificaram apenas a influencia de poucos grupos de alimentos no QI e não dos tipos de alimentação. Essa pesquisa traz evidências fortes para apoiar a redução do consumo de fast food por crianças”.

A ocorrência de crianças que têm por hábito comer doces ou refeições prontas foi superior em famílias de classes sociais inferiores. O motivo disso segundo Stumm é que: “Nesses casos, os pais têm menos tempo para preparar refeições com itens frescos para os filhos”.

Conforme apontam os resultados, quando atingiam 8 anos de idade, os jovens que tiveram uma dieta feita em base no fast-food tiveram dois pontos a menos em testes que medem a inteligência do que crianças que tinham uma dieta com comidas feita em suas casas. Os estudiosos pensam que essa alteração não possa ser recuperada com o passar do tempo, pois o desenvolvimento do cérebro delas foi prejudicado anteriormente.