Publicado em: quinta-feira, 08/03/2012

Dia Internacional da Mulher 2012 é tema de homenagem

Dia Internacional da Mulher 2012O Dia Internacional das Mulheres, comemorado neste dia 8 de março, está sendo homenageado pelo Google com um Doodle feito especialmente para esta data. O Google costuma comemorar datas importantes como, por exemplo, aniversários de invenções e de personalidades ligadas à cultura e à política, com a customização do seu logo na primeira página do site de pesquisas. São os famosos doodles que hoje são usados pelo maior buscador da internet para homenagear as Mulheres em seu dia que é comemorado em todo o mundo.

Para essa data, o Google apresenta um doodle que lembra as mulheres. Trata-se de uma flor amarela ao centro com o símbolo do feminino representando o ‘G’ da marca. Este logotipo especial está na capa nas páginas do Google no mundo inteiro.

A comemoração do Dia Internacional das Mulheres surgiu em 1910, em uma conferência na Dinamarca. Estabeleceu-se que a data de 8 de março seria utilizada para debater o papel da mulher na sociedade. Depois de 65 nos, em 1975, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas) e passou a ser comemorada no mundo todo.

Escolheu-se o dia 8 de março por lembrar uma repressão ocorrida em uma manifestação em 1857, quando operárias de uma fábrica de Nova Iorque, ocuparam a indústria em que trabalhavam para reivindicar melhores condições de trabalho para as mulheres. A manifestação foi reprimida com violência e 130 tecelãs morreram carbonizadas depois que foram presas dentro da fábrica que foi incendiada em seguida.

Dia Internacional da Mulher – Vitórias femininas no Brasil

As mulheres brasileiras já conseguiram muitas vitórias históricas no país. A primeira delas foi em 24 de fevereiro de 1932, quando foi instituído o voto feminino e dado oportunidade para que as mulheres pudessem ser eleitas. Em 3 de maio de 1933, as mulheres votaram e elegeram Carlota Pereira de Queiróz, a primeira deputada brasileira. Na mesma legislatura tomou posse também a segunda deputada, a bióloga e advogada Bertha Lutz.

Outro avanço de reconhecimento às mulheres brasileiras trata-se da Lei Maria da Penha. Decretada pelo Congresso Nacional e aprovada por Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006, a lei promove o aumento no rigor das punições das agressões contra a mulher.