Publicado em: segunda-feira, 03/10/2011

Dia das crianças não deve ser influenciado pela alta do dólar

Apesar da crescente valorização do dólar nas ultimas duas semanas, o preço dos brinquedos não deve aumentar nos próximos dias influenciados pelo Dia das Crianças.

A assessora econômica da Federal do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio), Julia Ximenes, disse em nota que os brinquedos podem ser influenciados pela alta da moeda norte-americana, porém, não para a data comemorativa deste ano. Cerca d 60% dos brinquedos disponíveis no mercado brasileiro são importador.

Segundo Júlia, os consumidores não irão sentir o aumento dos preços no mês devido ao aumento do Imposto sobre Importação que é aplicado para os brinquedos importador. A nova taxa cresceu de 20% a 35% para influenciar e fortalecer os produtos brasileiros.

O economia da Fundação Getúlio Vargas, André Braz, comentou que a alta do dólar veio em um momento em que os empresários já estavam atentos ao Dia. “O comércio já estava preparado para a data, pois as encomendas já tinham sido feitas. Itens como celular e videogame não devem apresentar aumento”, garantiu.