Publicado em: terça-feira, 13/05/2014

Devido ao período de maior chuva em Junho e Julho no Nordeste possível epidemia de dengue preocupa especialistas

Devido ao período de maior chuva em Junho e Julho no Nordeste possível epidemia de dengue preocupa especialistasEm meio a grande ocorrência de casos de dengue em todo o país, especialmente em São Paulo, especialistas estão preocupados com um possível avanço da doença nos meses de Junho e Julho, já que ao contrário das demais regiões do Brasil, a região Nordeste apresenta maior incidência de chuva nesses meses, o que facilitaria uma epidemia durante o período de realização dos jogos da Copa do Mundo.

Esse assunto já havia sido pauta em uma visita de um especialista esteve no Brasil e declarou que existia a possibilidade de que uma epidemia de dengue ocorresse na região durante o período dos jogos, o Ministério da Saúde foi informado da conclusão do especialista mas não deu muita repercussão ao caso.

A justificativa fornecida pelo Ministério da Saúde foi que de acordo com dados que são observados a taxa de pessoas que são infectadas com dengue nos meses de Junho e Julho na região Nordeste são pequenas e por isso não há motivos para esperar que ocorra uma epidemia de casos durante a realização do Mundial.

Os números demonstram que os casos de dengue registrados esse ano diminuíram em relação ao mesmo período do ano de 2013, mesmo havendo epidemias registradas em algumas cidades, porém em São Paulo houve registro de aumento de casos, onde os enfermos apresentam o tipo mais grave da dengue.

As cidades brasileiras com maior incidência de infectados pela dengue, são cidades de São Paulo, além dos municípios de Jaú e Campinas, que com o aumento de casos já registram epidemia da doença, em Jaú a situação é ainda mais preocupante, já que 85 funcionários, desses 23 são médicos, que trabalham na Santa Casa da cidade estão infectados pela dengue, alguns registram o caso mais grave da doença, o que está dificultando o atendimento das pessoas na cidade.