Publicado em: quarta-feira, 16/11/2011

Desertores do governo sírio lançam ataque contra bases militares do Exército

Desertores do Exército sírio informaram na quarta-feira (15) que lançaram ataques a bases militares próximas à capital do país, a cidade de Damasco. Foi divulgado um comunicado em nome do Exército Livre da Síria no qual a entidade afirma que o principal alvo do ataque foi contra o edifício do setor de inteligência da Força Áerea em Harasta, um subúrbio da capital. Bases em Douma, Qaboun, Arabeen e Saqba, regiões da capital, também foram atacadas.

Além do comunicado divulgado pelo Exército formado por desertores do governo, testemunhas também informaram terem ouvido os ataques sendo lançados. Os relatos contam que foram identificados sons de foguetes e metralhadoras disparando contra o complexo da Força Aérea. Na sequência, trocas de tiros aconteceram e helicópteros começaram a sobrevoar a área. Por conta das restrições do governo à imprensa estrangeira, as informações não foram confirmadas por fontes independentes. Enquanto isso, o Exército Livre não divulgou informações sobre vítimas em seu comunicado.

Um morador de Harasta que não quis ser identificado contou “escutei várias explosões e o som da troca de tiros de metralhadora”. O setor atacado pelo Exército Livre é considerado um dos mais brutais nas operações do governo durante as repressões às manifestações dos civis que protestam contra o regime de Bashar al-Assad.

De acordo com um levantamento feito pela Organização das Nações Unidas (ONU), desde o início dos levantes, que começaram há oito meses, foram registradas 3,5 mil mortes. Ativistas informaram que as tropas de Assad mataram quatro opositores na quarta-feira, sendo três deles desertores do Exército.