Publicado em: sexta-feira, 23/09/2011

Desemprego foi de 6% em agosto

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BGE) divulgou nesta quinta-feira (22) os índices do desemprego no país referentes ao mês de agosto. O documento indica que a taxa ficou em 6% no mês, a mesma observada em julho. Esta é a maior taxa desde dezembro do ano passado.

Segundo o instituto, o desemprego está estável desde o início deste ano. “O mercado de trabalho está andando a passos curtos. Não houve um estímulo para o mercado contratar mais”, explica o coordenador da pesquisa, Cimas Azevedo.

Na opinião dele, para garantir a redução da taxa, os investidores deveriam ter uma confiança maior para conseguir expandir os seus negócios e oferecer novas vagas. “É preciso uma confiança maior no cenário interno e externo. A ocupação e a desocupação melhoraram, mas as variações não foram significativas estatisticamente. O mercado de trabalho não variou de um mês para o outro”, disse.

Em agosto, o total de trabalhadores ocupados foi de 22,623 milhões. Em relação ao mês de julho passado, o crescimento foi de 0,7% e em relação ao mesmo mês em 2010, alta em 2,2%. Já a população fora do mercado de trabalho foi de 1,440 milhão. Queda em 0,3% em relação ao mês passado e de 10% na avaliação anual.