Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

Desemprego atinge menor índice para o mês de maio desde 2002

O percentual de desemprego caiu em maio deste ano. A taxa que, no mês de maio esteve em 5,8% ficou abaixo do percentual do mês de abril, que era de 6%. Dessa forma, observa-se uma ligeira queda na taxa de desemprego no país. Se comparado com o mês de maio de 2011 a redução foi ainda mais significativa, chegando a 0,6%. Em uma análise histórica, feita pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME), essa é a menor taxa registrada desde 2002 para o mês. Esses dados foram divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e mostram também outras informações econômicas, como o rendimento médio familiar, o qual ficou estável não sofrendo variação em comparação ao mês anterior. Já em relação ao mesmo mês de 2011, observou-se aumento de 4,9%, totalizando R$ 1,725,6.

Número de pessoas desocupadas fica estável em maio

Conforme dados do IBGE, a população desocupada soma 1,4 milhões de pessoas no país e mantem-se estável em relação ao mês de abril. No entanto, em comparação com maio de 2011, o número representa uma queda de 7,1%. De modo geral esse número indica que em um ano houve uma diminuição de 107 mil pessoas desocupadas no país. Com relação a população considerada como ocupada, ela representa atualmente 23 milhões de pessoas. Houve um aumento de 1,2% se comparado a abril deste ano e também um crescimento ainda maior, de 2,5% ao comparar com maio de 2011. Isso significa um total de mais 554 mil pessoas com algum tipo de ocupação. Sobre o numero de trabalhadores com carteira assinada, não houve variação em relação a abril. Já em relação ao mesmo mês de 2011, o aumento observado foi de 3,9%, o que significa a criação de mais 427 mil postos de trabalho.