Publicado em: sexta-feira, 27/01/2012

Desabamento no Rio – Buscas por desaparecidos devem durar mais 48 horas

O coronel Sérgio Simões, secretário de Defesa Civil do Rio de Janeiro, afirmou, nesta sexta-feira (27), que as equipes que trabalham no local do desabamento de três prédios no centro da cidade continuará buscando sobreviventes por mais 48 horas. Ele declarou que a cada hora que passa, diminuem as chances de serem encontrados sobreviventes da tragédia, mas que é obrigação encontrar todas as vítimas do acidente que estejam desaparecidas.

Até as 16h desta sexta-feira, já haviam sido resgatados 11 corpos de vítimas fatais dos desabamentos. De acordo com cálculo feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social, cerca de 15 pessoas continuam desaparecidas. Já foram retiradas mais de 15 mil toneladas de entulho dos três prédios que desmoronaram, o equivalente a 30% do total de material que estava no local.

Na tarde de hoje, as equipes de resgate chegaram ao local onde acreditam que está a maior parte dos desaparecidos. O coronel afirmou que finalmente teriam conseguido chegar ao local onde estava a sala em que trabalhadores de uma empresa estariam fazendo um curso de informática no momento do acidente.

De acordo com Simões, os corpos encontrados até o momento estava próximos à escada, o que leva a crer que o prédio deu sinais de que estava desabando e as pessoas tentaram correr. O coronel disse que as equipes de resgate sempre são movidas pela esperança de conseguirem encontrar sobreviventes, mas que os grupos não trabalham mais com essa possibilidade pela destruição e pelo tempo que já se passou do acidente. De acordo com estimativa da Defesa Civil, as buscas devem continuar até a manhã de domingo.