Publicado em: quinta-feira, 25/04/2013

Desabamento em imóvel comercial de Bangladesh mata mais de cem pessoas

Desabamento em imóvel comercial de Bangladesh mata mais de cem pessoasAproximadamente cem pessoas foram mortas e outras mil se feriramem um desabamento de um prédio de oito andares que estava abrigando confecções próximo a região de Dacca, capital de Bangladesh.

O edifício Rana Plaza contava com unidades de confecção fora um mercado e também um banco. O acidente ocorreu às 9h, 0h de Brasília de terça para quarta-feira (24), em Savar. Apenas o primeiro andar deste prédio se manteve intacto, porém o local parecia que havia recebido um terremoto, o que pode levar com quea quantidade de vítimas possa ser ainda maior.

Conforme aponta o ministro Muhiudin Khando Interior, o prédio havia sido construído sem que respeitasse a legislação atual.Com auxílio de gruas, vários bombeiros e oficiais do Exército chegaram a trabalharpara buscar sobreviventes nos escombros do local. Socorristas estavam transportando feridos em macas feitas de maneira improvisada.

Funcionários das confecções haviam reclamado de rachaduras durante a noite de terça-feira (23), o que fez com que o pânico se instaurasse entre os trabalhadores. A situação provocoucerta correria que fez com que dez pessoas ficassem feridas. Porém todos foram obrigados por seus chefes para que retornasse ao trabalho.

Musumidiz que aproximadamente 5.000 pessoas estavam no edifício, que também contava com apartamentos e lojas.Uma das confecções era a New WaveStyle, que informa no site que faz roupas para as empresas Mango da Espanha e Benetton da Itália.A indústria têxtil em Bangladesh é tida com o a segunda maior em todo o planeta, e chega a abastecer marcas ocidentais com um baixo custo.Porém este setor sofre muitas críticas,pois não respeita normas de segurança. No mês de novembro do ano passado, um incêndio numa fábrica têxtil chegou a matar 111 pessoas em um subúrbio de Dacca.

Desabamentos de prédios em Bangladesh ocorrem de maneira frequente, pois normas da construção civil para segurança raramente ocorrem naquele país. No ano de 2005, ao menos 70 pessoas chegaram a morrer em um desabamento numa fábrica têxtil também na região de Dacca. No ano passado, 13 pessoas morreram após a queda de uma ponte que estava em construção na cidade portuária de Chitagong.