Publicado em: terça-feira, 16/07/2013

Derrick Rose confirma que volta ao time do Chicago Bulls durante jogo contra o Washington Wizards no Rio de Janeiro

Derrick Rose confirma que volta ao time do Chicago Bulls durante jogo contra o Washington Wizards no Rio de JaneiroA espera dos torcedores do Chicago Bulls pelo retorno de Derrick Rose está perto de seu final. O armador está na fase final da recuperação após uma grave lesão em seu joelho esquerdo, que deixou o camisa 1 do Bull distante das quadras desde os playoffs da temporada 2011/2012 e de toda a temporada 2012/2013 da NBA. Para a alegria dos torcedores brasileiros, o retorno de Derrick Rose vai ser no Rio de Janeiro em 12 de outubro durante o primeiro jogo da liga norte-americana de basquete (NBA) que vai ser realizada no País. Esta confirmação ocorreu através do jogador em um evento dos patrocinadores do atleta em Madri.

Ele afirmou que deve estar apto para atuar durante a primeira partida na temporada. Ele diz que está ansioso para voltar para as quadras, porém diz que não está 100% fisicamente. Ele afirma que irá atuar no Rio de Janeiro e diz que vai ser um jogo muito importante não apenas para os Bulls, porém para toda a NBA, em um evento da marca Adidas na capital espanhola.

Antes deste anúncio de Derrick Rose, o site do armador já apontava para um retorno do camisa 1 no Brasil, quando foi confirmado que o próximo compromisso da franquia do Estado de Illinois que contou com Michael Jorda será em 12 de outubro, contra a equipe do Washington Wizards, na pré-temporada 2013/2014 da NBA, que vai ocorrer na Arena da Barra, na cidade do Rio de Janeiro.

Rose está sem atuar desde abril do ano passado, quando teve o rompimento do ligamento cruzado anterior no joelho esquerdo durante a primeira partida de playoffs, contra a equipe do Philadelphia 76ers e a volta tem sido ensaiada desde os playoffs desta última temporada no mês de fevereiro, quando chegou a ser liberado para atuar por médicos do Chicago Bulls.

Porém, o armador disse que não vinha se sentindo seguro para que encarasse uma partida e a postura dele chegou a contrastar com boa parte do elenco de Chicago durante os playoffs, quando a equipe foi até as semifinais da Conferência Leste tendo vários atletas atuando literalmente no sacrifício. Mesmo com muitas críticas, Rose sempre contou com o apoio do treinador Tom Thibodeau, que sempre mostrou que entende essa decisão e disse ser inteligente.