Publicado em: sexta-feira, 30/08/2013

Deputados solicitam a Câmara que revoguem a decisão sobre o mandato de Natan Donadon

Deputados solicitam a Câmara que revoguem a decisão sobre o mandato de Natan DonadonA mesa diretora da Câmara recebeu o pedido dos deputados Simplício Araújo e também de Amauri Teixeira, no pedido os dois deputados solicitaram a Câmara para que fosse realizada a anulação da decisão que foi realizada por meio de pleito, que manteve Natan Donadon em seu cargo, Donadon é deputado em Rondônia e está preso desde o mês de Junho cumprindo a condenação que lhe foi imposta pelo Supremo Tribunal Federal.

Os deputados que fizeram a solicitação alegam que foi feita a violação do regimento da Câmara que manteve Donadon no cargo, segundo afirmação feita por parte dos dois deputados, Natan não só compareceu a sessão como também computou seu voto no pleito que estava sendo realizado de maneira secreta, pelo fato de estar sendo alvo da votação Natan Donadon não poderia participar da sessão e muito menos votar, isso é proibido de acordo com as regras da Câmara.

Somente ontem Eduardo Alves que é quem preside a Câmara em que a votação foi realizada tomou conhecimento de que Natan Donadon teria votado na sessão em que se discutia o seu futuro e chegou a presumir que ele votou contra sua cassação e retirou um dos votos existentes para esta ação que no caso foi representada pelo “não”, Alves chegou a essa conclusão porque a votação se deu de maneira secreta, portanto impossível de prever.

Para os deputados Simplício e Amauri a atitude do presidente da Câmara Eduardo Alves foi ilegal e eles defendem que seja realizada pela casa uma nova oportunidade de votar sobre o assunto, segundo eles não há como garantir que Donadon votou a favor ou contra ele mesmo, e ressalta que não há como precisar se na hora em que foi votar, Natan preferiu ficar de fora da votação, ou seja, são inúmeras possibilidades que estão sendo levadas em consideração.