Publicado em: terça-feira, 15/05/2012

Depois de ser preso, Emicida diz que vai continuar cantando

O rapper Emicida falou a respeito da prisão, depois que foi detido por desacato à autoridade em Belo Horizonte. Ele afirmou que não vai deixar de cantar e que vai continuar incentivando as pessoas a falarem sobre os políticos corruptos.

Emicida foi levado pela polícia na noite do domingo, dia 13, depois de se apresentar na capital mineira. Segundo o boletim de ocorrência, o cantor pediu ao público que se levantasse a apontasse os policiais e as pessoas que cometem crimes, depois de executar a canção “Dedo na Ferida”.

O músico disse que suas palavras foram deturpadas pela polícia. Já está na internet o vídeo que mostra trechos do show. Emicida falou ainda que o publico era um barril de pólvora e uma palavra sua poderia fazer com que os jovens presentes iniciassem um levante contra a polícia.

Nesse momento a defesa do rapper aguarda o andamento do processo na justiça para definir os próximos passos a serem tomados. Emicida se negou a assinar o B.O. explicando que o seu depoimento foi distorcido pela polícia e disse ter certeza que vai ganhar o processo na justiça.