Publicado em: quinta-feira, 12/03/2015

Dell assume o 1º lugar na venda de notebooks no Brasil

Um relatório recentemente divulgado pela IDC Brasil, uma empresa de consultoria, revelou que a Dell conseguiu assumir o primeiro lugar no mercado brasileiro no que se refere a venda de notebooks. Os dados são do último trimestre do ano passado, sendo que a marca representou 17,5% dos aparelhos que foram vendidos nesse período. Se forem considerados o volume total de vendas de computadores, a Dell ocupa o segundo lugar geral nesse setor, mas vem apresentando um crescimento grande da indústria, chegando a quase 16% de acréscimo sobre o período anterior. Na comparação ano a ano, as vendas da Dell cresceram mais de 33%.

De acordo com o presidente da Dell no Brasil, esses números são reflexo de uma estratégia agressiva da empresa para conseguir liderar o setor de computadores no Brasil, usando como base a venda de equipamentos e também serviços que consigam atender demandas de usuários e também corporações, fortalecendo ainda os canais de venda, além de aumentar a oferta no portfólio, com soluções em Tecnologia da Informação. Ele complemente, afirmando em apenas um ano, a empresa conseguiu saltar na quarta para a primeira colocação no que se refere a venda de notebooks no Brasil, bem como manter a liderança na venda em mercados específicos, como o de computadores para médias e grandes empresas.Dell assume o 1º lugar na venda de notebooks no Brasil

Quem perdeu a primeira colocação para a Dell foi a Positivo, que divulgou no início do mês os seus resultados, indicando que a fabricante nacional foi afetada pela queda do mercado brasileiro. O lucro obtido no último trimestre do ano passado representa uma queda de 83% se comparado com o que a empresa alcançou no mesmo período no ano anterior, em 2013. Isso representa uma grande baixa na venda de computadores e tablets. Com relação a receita líquida, a queda foi de 19,6% no comparativo ano a ano. A Positivo avalia que o principal adversário nesse período foi a condição adversa do mercado, afirmando que a demanda está enfraquecida agora que o consumidor está precisando apertar o cinto com as despesas.

Os dados do IDC indicam que de maneira geral, a venda de computadores diminuiu 26% no Brasil em 2014, com relação ao ano anterior. Um analista do instituto explica que tradicionalmente o mês de março é positivo para esse setor, mas que o Carnaval mais tarde acabou refletindo de forma negativa nas vendas do primeiro trimestre de 2014.