Publicado em: quarta-feira, 18/01/2012

Delegado quer abrir inquérito para investigar gravidez de Maria Verônica, de quadrigêmeos

Ivahir Freitar Garcia Filho, delegado seccional de Taubaté, afirmou, nesta quarta-feira (18), que irá abrir inquérito para apurar a gravidez de Maria Verônica Vieira, que alega estar grávida de quadrigêmeos. A mulher mora em Taubaté, no interior de São Paulo. A Polícia Civil passará a investigar o caso depois que um médico, que teria atendido a mulher no segundo semestre de 2011, disse que a mulher não estava grávida na ocasião.

A Polícia Civil também trabalha com a possibilidade de que a ultrassonografia apresentada fosse de outra grávida, mas o casal garante que a mulher está realmente esperando quatro filhos. Garcia Filho afirmou que são muitas as informações que provariam que Maria Verônica não está grávida, mas que a investigação deverá levar luz ao caso.

A pedido da Delegacia Geral de Polícia Civil de São Paulo, a investigação foi iniciada. O delegado diz que o inquérito será instaurado para que se perceba se o comportamento de Maria Verônica está indo contra algum princípio da legislação brasileira, como verificar se as declarações que ela deu são verdadeiras e se ela tirou algum tipo de vantagem econômica por causa da gravidez.

O delegado também afirmou que o médico Wilson Vieira de Souza, que afirma ter examinado a mulher no ano passado e verificado que ela não estava grávida no segundo semestre do ano, será convocado para depor e apresentar exames e outros registros que provem sua declaração. O casal e seus atuais médicos também serão chamados para depor à Polícia Civil. Caso seja provado que a ultrassonografia pertencia à outra pessoa, a verdadeira dona também será procurada.