Publicado em: terça-feira, 16/04/2013

Defesa Civil interdita parte da obra na Arena Palestra

Defesa Civil interdita parte da obra na Arena PalestraA Defesa Civil interditou as obras da Arena Palestra, após um acidente que provocou a morte de um de 34 anos e deixou outra pessoa ferida durante a manhã de segunda-feira (15). O operário Carlos de Jesus foi esmagado após a queda de quatro lajes no local em que futuramente serão instalados os camarotes da Arena.

No total, foram interditados 4.800 metros quadrados de obras no estádio do Palmeiras. O trecho é do setor 20 até o 32 e significa cerca de 10% da área total que a construção ocorrerá. Não existem restrições em demais locais da arena, apontou a Defesa Civil. O corpo do operário foi retirado do local aproximadamente às 15h30 depois de uma análise da perícia. O outro funcionário, Crispiniano Santos ficou ferido. Ele foi para a Santa Casa de Misericórdia da cidade de São Paulo, tendo um corte na cabeça e ferimento no punho, e permanece sendo observado, e está em bom estado.

O Palmeiras que é dono da Arena lamentou que o operário tenha morrido através de uma nota oficial que foi publicada às 15h50 desta segunda-feira (15).

A construtora WTorre apontou em uma nota, que as obras do estádio só vão ser retomadas durante a quarta-feira (17), pois a terça-feira (16) vai ser de luto. A empresa diz ainda que está oferecendo tanto assistência psicológica quanto material para os familiares de Carlos de Jesus e de Crispiniano dos Santos. A Polícia Civil abriu um inquérito para que o caso registrado no 23º Distrito Policial de Perdizes seja investigado.

Conforme aponta o coordenador da Defesa Civil Jair Paca de Lima de São Paulo, as lajes chegaram a desabaram por causa da sustentação delas, que foi realizada por mãos francesas, chegou a ceder. Fora as vítimas, existiam três funcionários presentes no local que escaparam sem ter ferimentos. Paca de Lima disse que não se podem ser apontados os responsáveis pelo que ocorreu. Ele diz que de maneira inicial, acredita que foi um acidente e não se podem afirmar que tem responsabilidade sobre este caso.