Publicado em: sábado, 05/11/2011

Decisão sobre processo contra Conrad Murray é adiada para segunda-feira

O caso sobre a morte do astro Michael Jackson ainda não foi completamente solucionado. Os fãs do cantor e o restante da população mundial que esperam por esta decisão irão ter que aguardar ainda mais uns dias. O júri do processo criminal já fez suas conclusões na sexta-feira, dia 4 de novembro, porém não firmaram um veredicto.

Os debates serão retomados na segunda-feira. De acordo com um porta-voz da Corte Superior de Los Angeles em comunicado feito no final da tarde de ontem, os membros do júri (cinco mulheres e sete homens) já finalizaram as deliberações, mas irão retomar os trabalhos apenas no dia 7 de novembro.

Os jurados deste caso realizam uma discussão para firmarem um veredicto para a acusação de homicídio culposo que o médio Conrad Murray teria cometido contra o cantor Michael Jackson. Murray é cardiologista e tem 58 anos de idade. Está sendo julgado por ter dado ao astro uma fatal dose de um sedativo que auxiliasse Michael a dormir.

O médico teria dado outros medicamentos ao cantor, mas estes não fizerem nenhum efeito. Então, deu a Michael o propofol e saiu do aposento onde estava o artista, na mansão do cantor em Los Angeles. Quando voltou ao quarto, Michael estava morto, em 25 de junho de 2009.