Publicado em: quinta-feira, 17/10/2013

Deborah Evelyn relembra anorexia

Deborah Evelyn relembra anorexiaPara os poucos que ainda não sabem, a atriz global Deborah Evelyn sofreu com a anorexia no período da adolescência. Ela conta que foi uma época bastante difícil e que as pessoas que passam pelo mesmo problema não podem deixar de pedir ajuda.

Atualmente, a atriz vive a personagem Irena na novela “Sangue Bom”. Mas, no passado, ela esteve muito doente entre os 13 e os 17 anos de idade. Ela lembra que frequentava a escola e que a doença começou a aparecer sem que ela se desse conta. Deborah começou a considerar-se gorda e queria emagrecer a qualquer custo.

Ela demorou para buscar tratamento médico, que veio somente quando deu início aos estudos de nível superior. A atriz começou a analisar a situação e abrir a cabeça para o problema. Mas isso só foi possível pelo contato com outras pessoas. A mãe dela sempre foi uma aliada na luta contra a anorexia.

Para Deborah, as mulheres se cobram ainda mais hoje em dia. Ela diz que, antigamente, não se via tanto essa ditadura feminina em ser magra e considera essa situação muito perigosa. A atriz acredita que, somente com o apoio da família e amigos é possível enfrentar a doença.

Aos 47 anos, Deborah se lembra de quando chegou a pesar apenas 36 quilos. Outros artistas também já passaram por esse problema como a ex spice girls, Victoria Beckham. Mas ela foi ainda além, alternava momentos de anorexia com bulimia para perder cada vez mais peso.

A cantora Alanis Morissete sofreu com as duas doenças por cinco anos e conseguiu a cura através de sessões de terapia. A maioria dos casos de anorexia acontece em mulheres, na fase da adolescência. É uma doença bastante complexa e envolve questões psicológicas, sociais e físicas. Uma pessoa que sofre de anorexia pode também sofrer de bulimia.

A anorexia está intimamente ligada a um perfil de pessoa ansiosa e perfeccionista. Já a bulimia verifica-se mais em pessoas depressivas e com a autoestima prejudicada. Nos países desenvolvidos, em cada um de 300 habitantes já sofreram do distúrbio alimentar chamado de anorexia.