Publicado em: sábado, 01/02/2014

De Volta Para o Futuro faz 30 anos

De Volta Para o Futuro faz 30 anosO primeiro filme foi lançado em 1985, dirigido por Robert Zemeckis. Nele, Michel J. Fox é Marty McFly, um adolescente americano que acidentalmente volta para o ano de 1955, através do DeLorean, uma invenção do excêntrico cientista Dr. Brown (Christopher Lloyd). No passado ele encontra ainda solteiros seu futuro pai (Crispin Hellion Glover) e sua futura mãe (Lea Thompson). Ela se apaixona por Marty, o que coloca em risco seu nascimento, e o obriga a agir como um cupido para juntar os dois, uma vez que o futuro não pode ser alterado.

O filme ganhou o Oscar de melhores efeitos sonoros e foi indicado nas categorias de melhor roteiro e canção originais e som. Sucesso de crítica e bilheteria, faturou mais de 360 milhões de dólares e teve duas continuações: De Volta para o Futuro 2, lançado em 1989, e De Volta para o Futuro 3, lançando em 1990.

Comemoração

No De Volta para o Futuro 2, McFly viaja até o ano de 2015 quando, coincidentemente, o primeiro longa-metragem completa 30 anos. Para comemorar, o filme será transformado em um número musical que, segundo seus produtores, deverá estrear no aniversário do primeiro filme.

A adaptação do libreto será feita pelo diretor do filme, Robert Zemeckis, juntamente com o co-roteirista, Bob Gale. Em um comunicado os dois afirmaram que já estão trabalhando no projeto há quase dez anos, e que estão empolgados por trabalhar com uma equipe de criação e produção que pretende criar um espetáculo fiel ao espírito do filme e não apenas uma mera repetição.

Jamie Lloyd será o diretor do musical, que terá canções originais do filme, da banda Huey Lewis & The News, além de músicas e letras novas, de Glen Ballard e Alan Silvestri. Também estão envolvidos o produtor Colin Ingram, a Amblin Entertainment (empresa do produtor e diretor Steven Spielberg) e a Universal Stage Productions. Resta esperar para conferir se a história, tão querida pelo público, conseguirá ser contada de maneira nova sem perder a força.