Publicado em: quinta-feira, 22/09/2011

Dado Dolabella é condenado por agressão

O ator e cantor Dado Dolabella terá de cumprir nove meses de prisão em regime aberto. A condenação foi mantida pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Ele vai pagar a pena por ter agredido Luana Piovani e a camareira Esmeralda de Souza no dia 23 de outubro de 2008. O advogado Michel Assef Filho afirmou que vai recorrer da decisão que determina que Dado volte para dormir na cadeia toda a noite.

Dolabella agrediu Luana Piovani durante uma festa particular em uma boate da Gávea. Ele bateu em Luana que caiu no chão e a camareira Esmeralda tentou intervir e também acabou apanhando.

A Lei Maria da Penha, que pune violência doméstica contra mulher, foi aplicada contra o ator. O processo iniciou no 1º Juizado de Violência Doméstica Familiar contra a Mulher do Rio. Dado recorreu da sentença na 4ª Câmara Criminal do TJ, que manteve a pena.

Luana disse a uma seguidora do twitter, que a acusou de lavar roupa suja em público, que não está fazendo nada diante dos holofotes, pois o processo segue na justiça. Ela se disse que representa as mulheres brasileiras que já sofreram ou sofrem agressões.

Dado também já respondeu processo por ter agredido a ex-mulher Viviane Sarahyba, mãe de seu filho. Ela disse que era agredida constantemente e pediu na justiça, que o ator deixasse a casa onde eles residiam. Uma ordem judicial determina que Dado não pode se aproximar de nenhuma as duas ex-companheiras.