Publicado em: sexta-feira, 19/10/2012

Custo para Itaquerão pode superar R$ 1 bilhão

Custo para Itaquerão pode superar R$ 1 bilhão   Com as datas de entrega dos estádios que sediarão a Copa muito próximas, houve grande pressão para a aceleração do término das obras. Sendo assim, desmentindo o que foi divulgado anteriormente, o Itaquerão, do Corinthians, não vai custar R$ 280 milhões, muito pelo contrário. Se forma considerados os gastos com o sistema elétrico e também com tecnologia, além de equipamentos provisórios (como os mais de 20 mil assentos), além de mobília e impostos, tudo já chega a ultrapassar os R$ 1 bilhão.

A segunda cláusula do acordo, que não define itens básicos para o funcionamento da arena, explica que “equipamentos e infraestrutura necessários à operação do estádio” não estão incluídos no contrato. Muito fora do orçamento, R$ 820 milhões englobam equipamentos que vão ser utilizados na Copa em 2014, como por exemplo ar-condicionado, sistemas de tecnologia da informação, a iluminação do estádio além do carrinho para transportar os jogadores e sua maca, além das bandeirinhas, etc. Todo o gasto com a aparelhagem está estima do em R$ 50 milhões, apenas para o uso no mundial. O que não foi definido ainda é quem pagará a conta, se será o Corinthians, a prefeitura do Estado de São Paulo ou governo do Estado Federal. O Estado de São Paulo já decidiu bancar toda a estrutura provisória que será realizada dentro do estádio, e isso pode chegar á mais R$ 50 milhões acima da conta.

A concessionário que estava concorrendo com Oderbrechet, a Serpal, previa em seu acordo desembolsar R$ 39 milhões com todos os itens extras.

O Corinthians assegura que o mobiliário “vai ser pago pelos locadores da área, sejam camarotes, restaurantes ou espaços de hospitalidade”. Por ser “o” estádio da Copa, o estádio teve a vantagem de isenção fiscal.

O valor do estádio já foi fechado (contando as anistias) e se tivesse que pagar impostos, a conta iria encerrar em mais de R$ 63 milhões (que foi o valor estimado pela Serpal, exatamente).